terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Thomas Enger - Dor Fantasma [Divulgação TopSeller]


Data de publicação: 18 Fevereiro 2019

               Título Original: Fantomsmerte
               Tradução: 
               Preço com IVA: 19,99€
               Páginas: 400
               ISBN: 9789898917577


Sinopse: Há dores que matam. Mas uma dor fantasma pode ser ainda mais excruciante.
Tore Pulli, um gângster sueco a operar no submundo de Oslo, é acusado de um crime brutal que afirma não ter cometido. Tore está determinado a provar a sua inocência, o que o leva a contactar Henning Juul, um repórter criminal que regressou ao trabalho dois anos após o incêndio que lhe deixou lesões e lhe vitimou o filho. Se Henning ajudar Tore a provar a sua inocência, este garante que lhe dará informações relativamente ao trágico incêndio.
Algumas semanas depois, Tore é morto na prisão. Agora, mais do que nunca, Henning quer descobrir a verdade e fazer justiça, tanto para Tore como para si próprio. Ao iniciar a investigação, rapidamente percebe que a vida de várias pessoas está em risco, incluindo a sua.
À medida que os acontecimentos vão seguindo um rumo mortal, o repórter vê-se no rasto de uma perigosa rede criminosa internacional. Mas Henning está disposto a tudo para resolver o mistério da morte do seu filho. Uma perda que lhe dói como se tivesse sido privado da parte mais importante de si.

Sobre o autor: Thomas Enger, norueguês, é um autor bestseller de policiais. Formou-se em Jornalismo, tendo trabalhado nove anos no jornal online Nettavisen, mas sempre ambicionou escrever livros de ficção.
Em Chamas, o seu romance de estreia, foi um verdadeiro êxito internacional de vendas, tendo sido traduzido em 28 países. Este é o primeiro de uma série de cinco livros centrados na personagem Henning Juul, jornalista que se destaca num mundo corrupto e dominado pela criminalidade em que as notícias surgem a uma velocidade vertiginosa. Os direitos para a adaptação da série ao cinema já foram vendidos.
Vive em Oslo e, além de escrever, também compõe música.

Imprensa
«Uma história sombria e habilmente construída.» 
Kirkus Reviews
«Enger é um talento raro e forte no género policial.» 
The Independent



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Chloé Esposito - Má [Resultado Passatempo Bertrand]


Com a preciosa colaboração da editora Bertrand, a menina dos policiais tinha dois exemplares do livro Má de Chloé Esposito para oferecer. Desde já agradeço à editora e aos participantes que contribuíram para o sucesso deste passatempo. Com 98 participações válidas, as respostas correctas eram:

1. Má é o segundo volume de uma trilogia. Verdadeiro
2. Como se chamava a irmã gémea de Alvie? Beth
3. Que cidade italiana é o palco da perseguição de Alvie ao seu ex? Roma

Note-se que este passatempo tinha uma particularidade facultativa: quem partilhasse o passatempo no Facebook, no seu mural e de forma pública, a participação era duplicada. Assim, quem participaria na posição 1 e cumprisse este requisito, participa com os números 1 e 2. O objectivo era divulgar o blogue aos amigos :)

E após um sorteio no random.org, as vencedora são:

4 - Esperança Romão (Parede)
52 - Cândida Dias (Lajes das Flores)

Parabéns às vencedoras!!! A todos os que tentaram mas não conseguiram, não desistam pois terei o maior prazer em fazer estes passatempos! Boa sorte e boas leituras para todos!



Chloé Esposito - Má [Opinião]

Sinopse: AQUI

Opinião: Estou agradavelmente surpreendida com a publicação de Má, apenas um ano após o lançamento do título predecessor "Louca". Sei que a aceitação desta trilogia poderá  muito pouco consensual pois as situações mirabolantes protagonizadas por Alvie podem eventualmente parecer exageradas. Uma vez que consumo muita literatura de thriller, e correndo o risco de me repetir, considero que esta trilogia se afigura como uma lufada de ar fresco.

Alvie foi-nos apresentada no livro antecessor e, na presente obra, os nossos sentimentos sobre ela intensificam-se: a protagonista é de facto detestável. Ainda que o ponto de partida da trama consubstancie uma situação de vulnerabilidade (Alvie encontra-se sozinha e sem nada, num quarto de hotel), a protagonista não encontrará a sua redenção. Antes pelo contrário, a partir da primeira parte da narrativa, a personagem louca e impetuosa vai passar por uma série de situações que têm um crescendo de incredulidade. O desenvolvimento é, desta forma, pejado de acontecimentos inverosímeis, facto que vem questionar a seriedade depositada neste livro pelos leitores. É verdade... apesar de conter o rótulo de thriller, esta afigura-se-me, sem dúvida, como uma obra de humor negro. Contudo, e partindo dessa premissa, confesso que não tenho nada a apontar, uma vez que dei por mim várias vezes a rir-me a bandeiras despregadas.
O humor poderá parecer demasiado escatológico, recorrendo com frequência a conteúdo sexualmente explícito, todavia, não creio que a intenção seja a de chocar o leitor, antes pelo contrário, parece-me que a autora terá querido ridicularizar a protagonista no que concerne à sua excentricidade.

Um ponto positivo recai na contextualização da história, pois a mesma contém um breve resumo que me permitiu recordar, com mais clareza, os pontos fortes da trama de Louca. Ainda que este livro tenha ficado na minha retina por ser tão peculiar, foi com bastante agrado que li o apanhado dos acontecimentos mais importantes, o que me fez sorrir e partir para a leitura ainda mais expectante.

Como já terão depreendido Má é um livro que, à semelhança de Louca, deve ser lido sem se levar demasiado a sério. Atentem na trilogia como uma série humorística, não como um aspirante (mal sucedido) a thriller, pois a meu ver, a intenção da autora passará por divertir os seus leitores através das desventuras de tão peculiar protagonista.
Mesmo que não tivesse quaisquer suspeitas sobre o desenvolvimento da história, Má não deixa a desejar. Ainda que haja alguns assassinatos, a trama pareceu-me conter menos suspense que a história antecessora, cingindo-se à perseguição de Alvie a Nino, com episódios bastante conturbados (e divertidos).

Fico então bastante ansiosa para poder ler o desfecho desta história sui generis que não tenho dúvidas, para mim. tornar-se-á memorável pelas razões que mencionei anteriormente. 


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Søren Sveistrup - O Homem das Castanhas [Divulgação Suma de Letras]


Data de publicação: 15 Fevereiro 2019

               Título Original: Kastanjemanden
               Tradução: Rita Figueiredo
               Preço com IVA: 19,90€ 
               Páginas: 446
               ISBN: 9789896657390

Sinopse: Uma tempestuosa manhã de Outubro. Num tranquilo subúrbio de Copenhaga, a Polícia faz uma descoberta terrível. No recreio de um colégio, uma jovem é encontrada brutalmente assassinada, e falta-lhe uma das mãos. Pendurado por cima dela, um pequeno boneco feito com castanhas.
A jovem e ambiciosa detective Naia Thulin é designada para desvendar o caso. Com o seu colega Mark Hess, um investigador que acabou de ser expulso da Europol, descobre uma misteriosa prova sobre «o homem das castanhas», nome com que os media baptizaram o assassino. Existem evidências que o ligam a uma menina que desapareceu um ano antes e foi dada como morta: a filha da ministra Rosa Hartung. Mas o homem que confessou o assassínio da menina, um jovem que sofre de uma doença mental, já está atrás das grades e o caso há muito encerrado.
Quando uma segunda mulher é encontrada morta e, junto dela, mais um boneco de castanhas, Thulin e Hess suspeitam de que possa haver uma ligação entre o caso Hartung e as mulheres assassinadas. Mas qual…? Thulin e Hess entram numa corrida contra o tempo. O assassino tem uma missão… e está longe de a terminar.

Sobre o autor: Søren Sveistrup é o guionista internacionalmente aclamado do fenómeno televisivo The Killing, vencedor de vários prémios internacionais, incluindo um BAFTA, e que foi reproduzido em mais de 100 países. Mais recentemente, escreveu para o cinema o guião do romance O Boneco de Neve, de Jo Nesbø. Sveistrup fez um Mestrado em Literatura e História na Universidade de Copenhaga e estudou na Danish Film School. 
O Homem das Castanhas, o seu primeiro romance, é já um sucesso internacional, tanto de vendas como de crítica, e os seus direitos foram vendidos para 25 países.

Imprensa
«Excelente. Uma mistura sagaz de policial, thriller político e drama doméstico.» 
The New York Times

«Søren Sveistrup é, claramente, um mestre artesão.» 
The Telegraph

«Uma escrita fulgurante.» 
THE GUARDIAN

«Sveistrup consegue transmitir, através da sua interpretação dos locais de trabalho, famílias e casas que retrata, o potencial de verdadeiro realismo social que a escrita de thrillers encerra.» 
The Sunday Times

 




quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Nikola Scott - A Sombra do Passado [Passatempo Círculo de Leitores]


Desta vez, e em parceria com a Círculo de Leitores, a menina dos policiais tem para sortear um exemplar do livro A Sombra do Passado de Nikola Scott. Esta iniciativa é especial pois o contemplado será convidado a participar numa iniciativa conjunta em jeito de clube de leitura, num local a designar, em Lisboa, dia 7 de Março às 18h30.

Reconheço que o passatempo possa ser limitado aos concorrentes de Lisboa mas prometo que vou sortear um livro em breve para os restantes fãs!

Para participar, deixem um comentário na caixa de informações dizendo que têm disponibilidade para participar e eu sorteio um nome dia 21, envio o livro e começaremos a ler para então discutirmos a obra no clube de leitura em conjunto com outros bloggers e convidados. 
Que vos parece?

Então participem e partilhem com os vossos amigos. Boa sorte!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Nikola Scott - A Sombra do Passado [Divulgação Círculo de Leitores]


Data de publicação: Março 2019

               Título Original:
               Tradução:
               Preço com IVA:
               Páginas:
               ISBN: 

Sinopse: Um segredo antigo revelado…
Uma criança perdida, o segredo de uma mãe e um verão idílico que mudou a vida de uma mulher para sempre...
Corre o ano de 1958, Elizabeth Holloway é enviada para longe da sua casa de Londres, para passar o verão em Hartland, uma bela propriedade no litoral do condado de Sussex, no Sul de Inglaterra. Para a linda e inocente Elizabeth, os Shaws são um modelo de sofisticação e tratam-na como se fosse da família, mas quando ela se apaixona, ninguém a avisa que os seus sonhos são perigosamente ingénuos.
Quarenta anos mais tarde, a filha de Elizabeth, Addie, encontra uma estranha à sua porta, uma mulher que afirma ser sua irmã gémea. A princípio, Addie recusa-se a acreditar nisso — até que o seu amado pai admite que as circunstâncias do seu nascimento não foram as que ela tinha sido levada a crer que foram.
A revelação desafia tudo o que Addie achava que sabia sobre a mulher brilhante e difícil que tinha sido a sua mãe. E como a vida os leva de volta ao passado de Elizabeth, Addie e sua nova irmã Phoebe descobrem a extraordinária história de uma criança perdida, o segredo de uma mãe, e um verão de ouro que mudou a vida de uma mulher para sempre.

Sobre a autora: Nascida na Alemanha, Nikola Scott estudou Literatura Inglesa e Americana antes de se mudar para o estrangeiro para trabalhar como um editora de ficção, em Nova York e Londres. Após mais de uma década a trabalhar na edição, decidiu tornar-se escritora a tempo integral. A Sombra do Passado é o romance de estreia de Nikola e foi traduzida para mais de dez línguas. Vive em Frankfurt, Alemanha, com o marido e filhos.

Imprensa
«Se está à procura de uma história bem escrita, intrigante e recheada de segredos de família, leia este brilhante romance de estreia.»
The Daily Mail

 

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Passatempo Má de Chloé Esposito [Bertrand Editora]


Desta vez, e em parceria com a Bertrand Editora, a menina dos policiais tem para sortear dois exemplares do livro Má de Chloé Esposito. Para participar no passatempo tem apenas de responder acertadamente a todas as questões seguintes.
São mantidos os moldes do passatempo anterior: a partilha do passatempo numa rede social, pública, garante ao participante mais uma entrada válida!

Regras do Passatempo:

- O passatempo começa hoje, 8 de Fevereiro de 2019 e termina às 23h59 do dia 15 de Fevereiro de 2019.
- O vencedor será anunciado no fim de semana seguinte. Aos contemplados, serão solicitados o NIF (para fins da emissão da guia de transporte da encomenda a enviar pela editora).
- Os participantes deverão ser seguidores do blogue (fazer login na caixa dos seguidores na barra direita do blogue)
- A partilha do passatempo numa rede social, pública, garante ao participante mais uma entrada válida 
- O participante vencedor será escolhido aleatoriamente.
- O vencedor será contactado via e-mail.
- O blogue não se responsabiliza por extravios dos CTT.
- Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.

 Só me resta desejar boa sorte aos participantes!!! :)

Para mais informações sobre o livro, clique aqui

 

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Chloé Esposito - Má [Divulgação Bertrand]


Data de publicação: 8 Fevereiro 2019

               Título Original: Bad
               Tradução: Fernanda Oliveira
               Preço com IVA: 17,70€ 
               Páginas: 320
               ISBN: 9789722535380

Sinopse: Alvie Knightly até pode acordar no Ritz, mas a sua vida não é um mar de rosas.
Para começar, tem a maior ressaca de sempre. E depois, a sua gémea mimada, Beth, foi encontrada morta na Sicília, e agora a polícia quer interrogá-la.
E ainda por cima, o namorado sexy de Alvie desapareceu com o dinheiro todo que roubaram a Beth.
Mas ele meteu-se com a miúda errada.

Alvie vai perseguir o seu ex em Roma num jogo de gato e rato em que só um pode sobreviver.
Não há fúria no inferno como a de uma mulher enganada… Mas será que Alvie conseguirá vingança antes de ser apanhada pelos seus crimes?

Sobre a autora: Chloé Esposito vive em Londres com o marido e a filha. Formada em Letras pela universidade de Oxford, foi professora, assessora de direção e consultora de moda na Condé Nast. Louca é o seu primeiro romance e Má o segundo. 



segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Sara Blædel - A Deusa da Vingança [Divulgação TopSeller]


Data de publicação: 4 Fevereiro 2019

               Título Original: Hævnens gudinde
               Tradução: Maria João Vieira
               Preço com IVA: 18,79€ 
               Páginas: 368
               ISBN: 9789898917652

Sinopse: Quando a inspetora Louise Rick recebe uma chamada do filho, Jonas, que tinha deixado algumas horas antes numa festa de aniversário com amigos, não imaginava o pesadelo que a esperava. Ao saber que um grupo de adolescentes violentos invadira a festa, Louise corre para o local, para descobrir que a mãe da aniversariante, a sua amiga Britt, tinha sido espancada, e que a filha dela, Signe, fora atropelada enquanto fugia.
Louise tenta apoiar Britt enquanto esta recupera, mas quando dois dos adolescentes são também alvo de um violento ataque, a amiga é a principal suspeita. Louise não pode crer que o caso seja tão simples. Alguma coisa está errada, mas o quê?
Quanto mais Louise investiga, mais complexo o caso se torna. Porque terão os adolescentes atacado aquela festa? E conseguirá Louise provar a inocência de Britt?

Sobre a autora: Sara Blaedel iniciou a sua carreira como fundadora de uma editora especializada em policiais e thrillers. Este trabalho aproximou-a do jornalismo, onde acabou por cobrir uma vasta gama de histórias e julgamentos penais. Foi nesta altura — e enquanto esquiava na Noruega — que começou a imaginar a trama do seu primeiro romance, Green Dust, com o qual venceu o The Danish Crime Academy’s Debutant Award, o primeiro de inúmeros prémios na sua carreira. 
As Raparigas Esquecidas, publicado pela Topseller em 2016, é o seu livro mais aclamado, e foi galardoado em 2015 com o Gyldne Laurbær, o mais importante prémio literário da Dinamarca. Ainda em 2016, a Topseller publicou O Trilho da Morte, também muito bem recebido pela crítica.
Com 1,8 milhões de livros vendidos na Dinamarca, a imprensa e os fãs nomearam-na por quatro vezes A Rainha Dinamarquesa do Thriller. Os seus livros são bestsellers internacionais e já foram publicados em 33 países.

Imprensa
«Sara Blaedel está sem dúvida entre os melhores.» 
Camilla Lackberg


quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Andrew Gross - O Sabotador [Opinião]

Sinopse: AQUI

Opinião: Aberta a novas experiências literárias, foi com bastante interesse que iniciei a leitura deste thriller histórico. Já li alguns deste subgénero que se passavam no período medieval, já este se destaca por se basear em factos de História Contemporânea, em concreto, a Segunda Guerra Mundial. 
Certamente ter-se-ão apercebido que este não é um tema que costumo abraçar nas minhas leituras. Não sou insensível às temáticas de Holocausto e II GM porém, como sei que este episódio da História foi real, sinto-me muito desconfortável quando leio sobre estes assuntos, preferindo, por isso, tramas assentes em crimes ficcionais. 

O Sabotador debruça-se sobre um facto da Segunda Guerra Mundial em particular: os alemães tentaram desenvolver uma bomba atómica, recorrendo, para isso, um composto vulgarmente conhecido como água pesada. 
Devo confessar que esta leitura foi, acima de tudo, bastante didáctica. Desconhecia os pormenores desta operação de sabotagem aos planos dos alemães e às páginas tantas, dava por mim a pesquisar sobre este episódio em particular, também para discernir o que era verídico e o que era ficcionado. 

Inicialmente de ritmo moroso, a trama agiliza a partir do momento em que se dá o ataque à fábrica de água pesada. Posteriormente considerei que a trama era repleta de acção e entusiasmou-me muito a não ser um aspecto: pessoalmente, senti dificuldade em reter o nome das personagens. Existem imensas, com papéis semelhantes e de nomes alemães e noruegueses, agravando o desafio de fixá-las, com excepção do protagonista, Kurt Nordstrum. Pelo que pude apurar, este é inspirado numa figura real com o mesmo papel preponderante no impedimento das ambições nucleares dos nazis. 

Fã confessa de literatura nórdica, o ambiente fascina-me e este cenário norueguês, o "vidda", não foi excepção. 

Nunca o heroísmo e o sacrifício foram tão bem desenvolvidos numa história! O Sabotador oferece uma história verdadeiramente emocionante e é um título imperdível para os fãs do tema da Segunda Guerra Mundial.