quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O Canto das Sereias - Val McDermid


Terminei de ler este livro fantástico ontem. Tinha tanto tanto sono mas a curiosidade foi mais forte!
Eu já tinha lido 2 livros desta autora (Um Eco Distante e Assassino de Sombras), mas sem sombra de dúvidas este é o melhor, tanto que ganhou, em 2002, um prémio para melhor policial do ano.

Visto não ter encontrado opiniões na internet aqui registo o meu ponto de vista sobre o livro, para os demais curiosos na escrita de ValMcDermid.

No início da acção, o plot é de incerteza e medo uma vez que foram encontrados 4 cadáveres mutilados, e pela natureza da violência, as vítimas seriam homossexuais. Entram então em cena Carol Jordan e o psicólogo clínico Tony Hill. Ambas as personagens têm fantasmas do passado e o leitor rapidamente cria uma empatia com as mesmas. Em particular Tony Hill tem uma série de problemas sexuais, o que, encarar crimes com cariz sexual, deixa o leitor com a seguinte dúvida: estará ele à altura para investigar estes crimes?

Os primeiros capítulos são na minha opinião, um pouco parados, tanto que pousei o livro e só peguei nele mais tarde (facto que pode ser explicado também com o interesse de ler o Assassino do Laser).

Mas assim que peguei no livro, a acção começou a desenrolar-se de uma forma intrigante, não só para saber quem seriam o assassino ou outras vítimas seguintes mas também para ler os conteúdos das disquetes com os registos escritos do psicopata.

Aqui devo apontar duas coisas: primeiro a maneira como a autora se põe na pele de um assassino e que está brilhante! Conseguimos perceber os motivos que levam um serial killer a comportar-se desta forma. Também devo alertar aqui para o elevado teor de violência descritos no processo de tortura das vítimas, estes requintes de malvadez vão além do pior que possam ter lido.

O culminar da acção para mim foi uma surpresa...Li duas vezes aquele twist! Nem podia acreditar no que estava a ler. é brilhante a maneira como o livro termina e o deslindar do assassino!

Aconselho vivamente e estou curiosíssima em ler a sequela : Compulsão.


3 comentários:

  1. Bem eu acabei de ler este livro e é muito bom!
    Um bocado violento e hardcore e com um final de deixar de boca aberta.
    Mas aquele final sabendo o que aconteceu ao Tony - coitado!
    E este livro fez-me querer ler mais desta autora.

    ResponderEliminar
  2. É muito fixe :D Eu adorei tb! Tenho que ler o Compulsão! Vi no Segredo dos Livros que também há a série...aiii

    ResponderEliminar
  3. Achei este livro espetacular, muito bem escrito, uma leitura pesada por ter a visão do serial killer e a descrição de suas atrocidades, mas esse foi o diferencial pra eu ter gostado tanto do livro.

    Maurilei.

    ResponderEliminar