quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Camilla Läckberg - Gritos do Passado


Acabei há momentos um grande momento de leitura. O novo livro de Camilla Läckberg não me desiludiu nem um bocadinho!

O mote é o assassínio de uma turista alemã. O seu corpo aparece junto a dois esqueletos que datam de 1979! Que terão a ver estes homicídios? Num enredo complexo onde nada é o que parece, existe uma atmosfera de mistério no ar sobre o responsável destes assassinos e uma família intrigante.

Li páginas a fio para descobrir mais detalhes sobre a investigação, e a cada momento se desvendava qualquer coisa nova, que me desse mais alento para continuar a leitura.

As personagens são caracterizadas a um nível de pormenor que envolve o leitor. Gostei particularmente das descrições das vítimas no início dos capítulos, bastante realistas, conferem certa curiosidade em saber que tipo de pessoa faz uma coisa destas aos outros.

Foi com alguma surpresa que se descobre a identidade do assassino, pois às páginas tantas, pensei que nenhum se poderia encaixar no perfil. Numa outra ocasião desconfiei de uma personagem e não teve nada a ver!

Adorei os segredos daquela família, descobertos de forma quase que uniforme, ao longo de toda a leitura.

Os momentos pesados da investigação dos homicídios são compensados pelas descrições do quotidiano do casal Erica e Patrik, que estão à espera do primeiro filho, embora aqui, a personagem feminina pouco contribua para a investigação do crime. Fico com pena, visto que ela foi a força motriz da descoberta do crime em "Princesa de Gelo".
Gostei de ler sobre a relação entre Erica e a sua irmã, assim como os infiltrados que vão aparecendo em casa ao longo do livro.

Como pontos fortes identifico a acção, a maneira da escrita que consegue prender o leitor e a complexidade da história mas que teve um óptimo efeito.

Como ponto fraco, talvez apontaria o facto de não haver grande descrição sobre o casal Erica-Patrik, pormenor que dificulta a apreciação da leitura deste "Gritos do Passado" sem que previamente a leitura de "Princesa de Gelo".
Gostaria que tivesse sido mais explorado o final da personagem Martin. Oh well, vou mesmo esperar pelo próximo livro da autora...

Um livro formidável, a não perder!


Sem comentários:

Publicar um comentário