segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Alan Bradley - Flavia de Luce e a Bola de Cristal da Cigana [Divulgação Editorial Planeta]




Data de publicação: 23 Janeiro 2014

               Titulo Original: A Red Herring Without Mustard
               Preço com IVA: 18,85€
               Páginas: 376
               ISBN: 9789722351874

O terceiro livro da premiada série de investigação,
protagonizada pela jovem detective Flavia de Luce, 
envenenadora de irmãs, que gosta de se deslocar de bicicleta.
 
Alan Bradley, o autor canadiano que tem recebido numerosos prémios pelos seus livros, entre eles o prestigiado Debut Dagger Award e o Agatha Award 2009, regressa ao nosso convívio com um novo e sedutor romance policial sobre a encantadora, a insidiosamente esperta, a fleumática detective de 11 anos que dá pelo nome de Flavia de Luce.
O autor usa os cenários do século XIX e as ferramentas limitadas da polícia para construir uma investigação «à Sherlock Holmes».

Flavia de Luce é brilhante, aos 11 anos esta heroína é apaixonada por química e tem como hobby pesquisar venenos e atormentar as duas irmãs mais velhas. Tem um laboratório muito
bem equipado. 
Talvez por tudo isso, ou devido a uma curiosidade acima do normal adora desvendar crimes. Vive com o pai e as irmãs na antiga mansão Buckshaw, e apesar da personalidade forte e solitária (a única amiga é a bicicleta, Glayds), é no fundo, uma jovem solitária que nunca se conformou com a morte da mãe que mal conheceu, e que não se consegue interessar-se pelas mesmas coisas que as irmãs – que só querem saber de roupas, maquilhagens e namorados.
O pai é um viúvo que ainda sofre com a perda da mulher, e que se isola no escritório com sua preciosa colecção de selos, sem dar importância com o que se passa à sua volta.

Sinopse: A história deste terceiro livro começa com um crime antigo, que nunca foi considerado como tal e um novo, o que leva Flavia a conseguir interligar os dois.
Durante a quermesse de Bishop’s Lacey, Flavia pediu a uma cigana que lhe lesse a sina, mas não estava à espera de, horas mais tarde, já de madrugada, ir encontrar a pobre mulher mergulhada numa poça de sangue no interior da sua caravana.
Teria sido um acto de vingança, perpetrado por algum habitante da terra, convencido de que, anos antes, a cigana raptara e levara consigo uma criança da aldeia?
Flavia é menina para compreender bem o doce sabor da retaliação; com efeito, a vingança é um passatempo com que não pode deixar de se deliciar quem tem duas irmãs mais velhas, ambas odiosas. Mas qual será a relação entre este crime e a criança desaparecida?
À medida que as pistas se vão acumulando, Flavia terá de as analisar com todo o cuidado, a fim de desembaraçar uns dos outros os fios negros de actos e segredos do passado.

Sobre o autor: Alan Bradley nasceu em Toronto, e cresceu em Cobourg, Ontário. Formou-se em engenharia electrónica, e trabalhou em várias estações de rádio e televisão, em Ontário, antes de se tornar director de Engenharia de Televisão.
Resolveu dedicar-se à escrita e publicou vários livros infantis antes de se resolver a escrever para adultos A Talentosa Flavia de Luce que se tornou de imediato um fenómeno. 
Ganhou entre outros, o prestigiado prémio Debut Dagger Award e o Agatha Award 2009, um galardão que distingue escritores de policiais, seguidores do estilo de Agatha Christie.
Visite o sítio de Alan Bradley, www.flaviadeluce.com. E conheça a página de fãs de Flavia na Internet em: http://flaviafanclub.ning.com

Imprensa:
«Uma das criações mais notáveis da literatura actual.»
USA Today
 
«Um divertimento completo. A reconstrução da época é maravilhosa, mas o que mais delicia é a cintilante narrativa de Flavia.»
Publishers Weekly

«Só quem não gosta de heroínas jovens e precoces, dotadas de um vocabulário notável e de uma coragem plena de audácia, é que pode não gostar deste livro incrivelmente divertido. Ficamos à espera de mais, pela mão do talentoso Bradley.»
Booklist

«Bradley pega naquilo de que o leitor está à espera e subverte-o, presenteando-nos com um mistério inteligente, irreverente e muitíssimo dinâmico.»
Entertainment Weekly

Para mais informações sobre a Planeta, clique aqui.



Sem comentários:

Publicar um comentário