quarta-feira, 27 de maio de 2015

Yrsa Sigurdardóttir - Alguém Para Tomar Conta de Mim [Opinião]


Sinopse: AQUI

Opinião: Alguém Para Tomar Conta de Mim é o quinto livro protagonizado pela advogada Thóra Gudmundsdóttir. Recordo que em 2011 a Quetzal publicou o terceiro livro, pelo que aponto como principal crítica a omissão do quarto volume publicado em português. Daí e por conseguinte, como entusiasta da vida pessoal da advogada que sou, perdi a aparição de mais uma personagem, a de Orri, que creio ser doravante uma figura do elenco da série.

Alguém Para Tomar Conta de Mim não deixa, no entanto, de ser um brilhante policial. A trama é cativante pois aborda um tema polémico como a inserção de deficientes na sociedade islandesa, que acaba por ser transversal às sociedades actuais independentemente do país. O cerne, no entanto, é a interacção das famílias dos deficientes com os mesmos. E fala de todo o tipo de deficiência, com especial incidência no autismo e na sua capacidade especial de expressão. A meu ver, existe uma reflexão sobre os desafios com que as pessoas com deficiências lidam diariamente, sendo desta forma, uma história com contornos pesados

Apresenta, portanto, uma subtil crítica social não só pela menção deste tema como a alusão da situação financeira da Islândia em 2010 que ocasionou algum desemprego e influenciou a população autóctone em geral.

Como é referido na sinopse, Jakob é deficiente e acusado de ter ateado um incêndio à instituição onde vivia, juntamente com outros indivíduos. Cabe a Thóra averiguar a inocência do jovem mas a sua investigação vai levantar o véu sobre alguns aspectos que se deveriam manter secretos. Estas revelações ao longo da trama afiguraram-se, para mim, bastante densas e revoltantes.

Contudo, a autora não deixa de entrosar esta trama bastante verosímil com laivos do ocultismo, relembrando-me um pouco do último livro que li de Yrsa Sigurdardóttir, Lembro-me de Ti. Uma das personagens crê viver uma casa abandonada, sendo esta subtrama aparentemente sobrenatural. Creio que, embora o caso tenha uma explicação lógica, a introdução desta subtrama espicaça o leitor pois uma coisa é certa, como já constatara no livro anterior, a autora é exímia na descrição de fenómenos paranormais.

Como outro ponto forte, este já verificado em outras tramas de Sigurdardóttir, ressalvo a interacção da secretária Bella, uma mulher algo destrambelhada com Thóra, constituindo momentos verdadeiramente engraçados. Diria que um dos ingredientes que contribui para o sucesso desta saga é a caracterização das personagens. Matthew tem uma nova aparição, no entanto a participação da personagem na resolução do caso é, novamente, diminuta.
Os filhos de Thóra, Sóley e Gylfi estão mais crescidos e Gylfi está numa situação completamente diferente do que me recordava sobre esta personagem. Volto a lamentar o facto de não ter lido o quarto livro da saga...

Em jeito de conclusão, não deixo de congratular a editora Quetzal pela edição de mais uma trama de Thóra. Estas são definitivamente as minhas preferidas, ainda que apenas tenha lido um stand alone, Lembro-me de Ti, que na minha opinião não é o melhor da autora, após um interregno de quatro anos. Espero não ter que esperar tanto tempo pelo sexto livro da série.

Em suma, Alguém Para Tomar Conta de Ti é um excelente policial em forma de um inteligente quebra cabeças resolvido por Thóra, não deixando de apelar à sensibilidade do leitor devido essencialmente à temática da deficiência. Gostei muito!

4 comentários:

  1. A Yrsa escreve muito bem, resultando em um livro muito realista. Pena que aqui no Brasil foi lançado apenas o primeiro livro da série, O Ultimo Ritual.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  2. Nunca li nada desta autora mas pretendo um dia.

    ResponderEliminar
  3. Ola Vera. ja comprei o livro e estou ansiosa para começar a ler.obg pela tua opinião em relação a este livro. ja leste um homem sem passado?para quando a opinião?=) beijinhos Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês! Uma boa compra, sem dúvida! Terminei ontem Um Homem Sem Passado e é espectacular! Dei-lhe 5 estrelas no Goodreads. A ver se escrevo entretanto a opinião. Beijinho e boas leituras

      Eliminar