segunda-feira, 28 de maio de 2018

Karen M. McManus - Um de Nós Mente [Opinião]


Sinopse: AQUI

Opinião: Já tinha ouvido falar de One of Us is Lying, por ser um livro sensação lá fora. Os fãs falam tão entusiasticamente da obra de estreia de Karen M. McManus que cheguei a equacionar lê-la em inglês. Por isso, foi com bastante entusiasmo que recebi a notícia que esta seria publicada por terras lusas.

Assumidamente inspirado no afamado filme dos anos 80, The Breakfast Club e nas séries Little Pretty Liars ou Gossip Girl, Um de Nós Mente desenvolve-se a partir de um crime ocorrido quando cinco alunos se encontravam numa sala de castigo. A trama ocorre, portanto, num ambiente escolar. É justamente neste ponto que reside a minha maior crítica a este livro pois, pessoalmente, não me identifico com tramas em contexto escolar uma vez que me considero já um pouco deslocada dessa realidade.

Reconheço, no entanto, que a autora foi extremamente original. Não sendo uma entendida em literatura YA (Young Adult), pelo que pude apurar, este género não explora, frequentemente, o crime como é feito nesta trama. De facto, existem alguns contornos similares ao policial, o que me agradou muito, não obstante considerar que os detalhes do homicídio foram descritos com grande leveza.

Na minha opinião, numa fase posterior, a investigação do crime perde algum fulgor em detrimento do desenvolvimento das personagens. Para mim, que gosto de personagens complexas, creio que esta componente não reduz o interesse na investigação que procura deslindar o assassino de Simon. Embora este apareça por poucos instantes, é notório o sentimento que ele desencadeia no leitor. Assumidamente intriguista, é natural que Simon não desperte grande empatia e, por conseguinte, este crime acabará por não perturbar grandemente o leitor.
Os restantes jovens têm segredos a esconder e à medida que nos embrenhamos na narrativa, mais conhecemos cada um dos estudantes, intensificando a suspeita que o crime poderá ter sido perpetrado por um deles.
Portanto, a ideia de que este livro poderá apenas ser lido por um público mais jovem, cai por terra. Um de Nós Mente poderá ser considerado como um policial leve e com um toque mais juvenil.

Como referi, no decorrer da leitura, tinha sempre presente o filme The Breakfast Club uma vez que as personagens são estereotipadas da mesma forma: a miúda popular, a geek, o desportista e o miúdo problemático. É um dos filmes dos anos 80 que mais gostei de ver, por isso, para mim, foi-me extremamente difícil dissociar estas personagens das que surgem em The Breakfast Club.

Embora tenha apreciado os pontos que mencionei acima, confesso que não fiquei totalmente rendida a este Um dos Nós Mente. Como expliquei, senti-me um pouco deslocada daquele ambiente tão juvenil.
No entanto, considero que esta foi uma excelente aposta por parte da Gailivro. É uma obra que tem recebido um grande hype lá fora. Além disso, fará certamente as delícias das fãs das séries que mencionei anteriormente, Pretty Little Liars e Gossip Girl.


Sem comentários:

Publicar um comentário