quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Monica James - Viciado no Pecado [Opinião]


Sinopse: Intenso, Sexy, Inesperado e Arrepiante. Uma história erótica e de suspense, que é também uma grande história de amor e redenção. Escrito do ponto de vista do Doutor Dixon Mathews, um psiquiatra de Nova York. Convincente e chocante é uma história de amor que irá manter o leitor absorvido até ao fim... Matthew Dixon irá contar-nos a atracção por duas mulheres. Uma acalma os seus instintos predatórios. A outra o instinto protector. Qual das duas escolherá?

Opinião: Viciado no Pecado é a mais recente aposta da Planeta no género erótico. Sendo eu uma leitora pouco assídua do género e como tal, tenho uma imberbe experiência, ainda assim, posso afiançar-vos que este livro difere dos que andam por aí em que se debruçam sobre submissões e afins. 
Esta história é completamente diferente em vários aspectos que irei salientar nesta recensão.

O primeiro aspecto que ressalta à vista é a formulação e dinâmica das personagens. Como livro erótico que é, existem uma série de passagens com elevado teor sexual. No entanto, Viciado no Pecado distancia-se das demais obras do género por não abordar submissões /dominações. O único aspecto mais kinky é a forma com que o sexo é tratado, em forma de vício, justificando o título do livro.

Além disso, o protagonista, Dixon Mathews é psiquiatra e parece-me ser psicologicamente mais complexo e inteligente do que os demais personagens masculinos de eróticos. Não obstante haver um aspecto em comum: o facto de ele ter tido um trauma que condicionou a forma como perspectiva novas relações.
Dada a actividade profissional da personagem masculina, penso que a obra explora à luz da psicologia (se bem que de forma mais fugaz), alguns aspectos inerentes ao comportamento humano. Não fosse Dixon um profissional na área da saúde mental. 

É neste contexto emocional (embora pautado por inúmeras e luxuriosas sessões de sexo com as pacientes) que o psiquiatra conhece Juliet, uma mulher enigmática e que irradia um magnetismo sobre ele. Dixon trava conhecimento também com Madison que funciona como uma antítese de Juliet, despertando uma empatia muito natural na leitora. 
Mais do que um mero triângulo amoroso, a história assume contornos algo perturbadores que exploram os limites da obsessão.
No final há uma reviravolta que deixa em aberto o rumo da história de Viciado no Pecado. Percebi, então, que terá uma continuação em que ficará definitivamente resolvida a situação de Dixon. Ao invés de uma longa série erótica de livros (correndo o risco de alguns pouco adiantarem para a história), a autora Monica James optou por fechar a trama em dois livros.

Como puderam constatar, este é um erótico out of the box, não se limitando em debitar sessões de sexo com taras. Há um cenário de romance e, em segundo plano, sentimentos obsessivos. 
Estou curiosa com o desfecho.


Sem comentários:

Enviar um comentário