quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Especial MOTELx 2017: The Bad Batch de Ana Lily Amirpour


Sinopse: A jovem Arlen é abandonada numa zona árida do Texas separada da civilização por uma barreira. Enquanto se tenta orientar por entre a paisagem implacável, é capturada por um grupo de canibais selvagens liderados pelo misterioso Miami Man. Com a vida em risco, ela decide fugir ao encontro de um homem a quem chamam O Sonho. Enquanto se adapta à vida no seio da Má Fornada, Arlen descobre que ser-se bom ou mau depende essencialmente de quem se encontra ao nosso lado. Depois de ter chamado a atenção com o western spaghetti vampírico “A Girl Walks Home Alone at Night”, a realizadora Ana Lily Amirpur oferece-nos agora esta ‘odisseia pop pós-apocalíptica’ que conta com nomes de peso no elenco como Keanu Reeves, Jim Carrey, Jason Momoa ou Diego Luna.

Opinião: Passado algures na fronteira entre o México e o Texas, num futuro pós-apocalíptico, acompanhamos o percurso errático de Arlen, desde uma comunidade de canibais, até uma pequena vila-refúgio que, aparentemente, se apresenta como um pequeno paraíso no meio daquela paisagem inóspita e que é gerida pelo enigmático The Dream.

O filme começa bem com algumas cenas mais fortes a fazer lembrar títulos de culto como Hostel ou Guinea Pig. Contudo, com o passar do tempo, a trama começa a arrastar-se de forma penosa.

Um dos pontos negativos vai para a falta de empatia da protagonista que, claramente, não sabe o que quer, limitando-se a andar para trás e para a frente, entre o deserto e a vila-refúgio, oscilando entre a auto-comiseração e o desprezo por tudo o que a rodeia.

Penosas também as interpretações de Keanu Reeves e Jim Carrey, claramente já no ocaso das respectivas carreiras. Mais coerente e consistente acaba por ser a interpretação de Jason Momoa, em linha com outras actuações do mesmo actor.

Em suma, um filme que começa bem, mas que acaba por se arrastar durante quase duas horas para, no fim, ficarmos com a sensação de que o mesmo foi completamente "pointless".


Sem comentários:

Publicar um comentário