quarta-feira, 18 de março de 2015

Sophie Hannah - Um Erro Fatal [Opinião]


Sinopse: AQUI

Opinião: Terminei Um Erro Fatal durante a madrugada de hoje. Tinha-se apoderado de mim um enorme vício de ler ávidamente a fim de deslindar o (estranho) caso que Sophie Hannah nos apresenta.

Um Erro Fatal é o 9º livro da série Spilling CID, depois dos dois primeiros terem sido publicados pela Gótica, uma chancela da extinta Difel. Como li estes títulos e gosto da autora, tinha grandes expectativas com esta leitura. Ainda assim, considero que esta obra pode ser lida independentemente. Não me recordo de nenhuma das personagens em O Pesadelo de Alice nem em Intimidade Perigosa e a trama é completamente independente.

Um Erro Fatal é um livro extremamente actual, com ênfase nos sites de namoro virtual. O facto de estarmos a estabecer uma relação com alguém cuja identidade verdadeira é desconhecida, constitui por si só um mistério e quando se alia a um crime e uma personagem deveras enigmática, este efeito intensifica-se.
É o que acontece a uma dona de casa com dois filhos que se regista num site de namoros virtuais, tendo a perfeita noção que este é o primeiro passo para a infidelidade. Ela corresponde-se com alguém sob o nickname de King Edward VII, trocando mensagens de cariz amoroso e mais tarde com um outro indivíduo. O caso complica-se quando o detestável cronista Damon Blunty é encontrado morto, junto de uma mensagem escrita sob a forma de uma metáfora.

Gostei muito da caracterização das personagens, mais concretamente da protagonista, Nicki Clements, uma mulher enigmática, sendo que durante a leitura, vamo-nos apercebendo da complexidade desta personagem, dos actos passados que influenciam o seu carácter, da relação com os pais e sobretudo com a ex melhor amiga Melissa. 
Nicki consubstancia-se como uma personagem pejada de fachadas e um ponto forte da trama é a forma como a pouco e pouco a vamos conhecendo verdadeiramente. 
É portanto, uma trama repleta de reviravoltas que se prendem com o levantar do véu sobre a essência da protagonista.

A trama deste thriller psicológico é intrincada. Nas primeiras páginas não conseguia perceber a ligação entre Nicki e o homem que fora assassinado. A verdade é que ela se sente culpada e começa a ter uma série de atitudes altamente suspeitas, factos esses que me deixaram muito intrigada. Depois a própria forma como é posta a narrativa é verdadeiramente inteligente. Diferentes perspectivas, ora por um narrador ora pela própria Nicki, entre excertos de crónicas e um mundo de comentários e email. Esta estrutura conferiu uma maior verossimilhança à história.

O desfecho foi altamente imprevisível, nomeadamente a identidade do vilão. No entanto, tendo sido desmistificado um aspecto sobre Damon e o seu casamento, senti que algo ficara por explicar sobre Nicki. Nesta óptica, senti que o final ficou em aberto no que concerne à protagonista.

Em jeito de remate, devo dizer que gostei muito desta obra contemporânea, imprevisível e bastante empolgante. Aguardo com expectativa que sejam publicados mais títulos da autora.


2 comentários:

  1. Seu blog realmente é muito bom, não que eu seja tão fã de policiais, minha preferencia fica por fantasia hehehe

    http://lerporquesim0403.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anna Souza! Obrigada pelo elogio! Quero ler mais umas coisinhas de Fantasia, vou seguir o teu blogue para ter mais umas sugestões ;) Um beijinho

      Eliminar