quinta-feira, 5 de abril de 2018

E. Phillips Oppenheim - Um Crime em Glenlitten [Divulgação Colecção Vampiro]


Data de publicação: 5 Abril 2018

               Titulo Original: The Glenlitten Murder
               Tradução: Pepita de Leão
               Preço com IVA: 7,70€
               Páginas: 264
               ISBN: 9789723830569

Depois de O Impostor, a Livros do Brasil publica na coleção Vampiro Um Crime em Glenlitten, do afamado escritor inglês E.Phillips Oppenheim. Com um fio de narrativa fino como seda e personagens de genuína sofisticação e engenho, esta é uma história com a intriga e o requinte característicos de Oppenheim, figura fundamental no reino do crime e mistério da literatura britânica dos anos 20.

Sinopse: Na noite de uma já tradicional caçada em Glenlitten, residência de Andrew e da sua adorável mulher Félice, marqueses de Glenlitten, o conde De Besset, milionário francês, célebre jogador de polo e de golfe, é assassinado, ao mesmo tempo que o colar de diamantes de Lady Félice, na família há várias gerações, desaparece.
A casa encontra-se repleta de convidados, entre eles Sir Richard Cotton (advogado criminal londrino), Rodney Haslam (administrador numa colónia africana), o príncipe Charles de Seuss (membro da aristocracia russa caído em desgraça) e ainda o major Fraser e o capitão Philipson, antigos companheiros de quartel de Glenlitten. Quem terá assassinado o conde? E será o autor deste crime o responsável pelo desaparecimento da fabulosa joia? As origens de Lady Félice, órfã criada num velho castelo francês, vêm adensar o mistério neste romance pleno de charme britânico.
Com um fio de narrativa fino como seda e personagens de genuína sofisticação e engenho, esta é uma história com a intriga e o requinte característicos de E. Phillips Oppenheim, figura fundamental no reino do crime e mistério da literatura britânica dos anos 20.

Sobre o autor:  Edward Phillips Oppenheim nasceu em Londres a 22 de outubro de 1866. Cedo trocou os estudos pelo trabalho no comércio de peles, negócio de família a que se dedicou durante mais de vinte anos. Começou a escrever nas horas vagas e em 1887 publicou o seu primeiro romance, Expiation. Quando, na viragem do século, vendeu a empresa para se entregar exclusivamente à escrita, era já um reputado autor de histórias de mistério, com cerca de trinta obras publicadas. Entre romances, volumes de contos e peças de teatro, Oppenheim escreveu ao longo da sua carreira mais de 150 livros, povoados por personagens sofisticadas, espiões aventureiros e nobres impetuosos. Os meandros da diplomacia e da política internacional estiveram no centro de algumas das suas obras mais importantes, destacando-se O Impostor como o seu título mais famoso, publicado pela primeira vez em 1920 e largamente adaptado ao cinema. «Príncipe dos Contadores de Histórias», como veio a
ser apelidado, Oppenheim faleceu na sua casa na ilha de Guernsey, a 3 de fevereiro de 1946.


Já na coleção Vampiro:
No. 1: Os Crimes do Bispo, de S.S. Van Dine
No. 2: Vivenda Calamidade, de Ellery Queen
No. 3: O Falcão de Malta, de Dashiell Hammett
No. 4: O Imenso Adeus, de Raymond Chandler
No. 5: Picada Mortal, de Rex Stout 
No. 6: O Mistério dos Fósforos Queimados, de Ellery Queen
No. 7: A Liga dos Homens Assustados, de Rex Stout
No. 8: A Morte da Canária, de S. S. Van Dine 
No. 9: O Grande Mistério de Bow, de Israel Zangwill
No. 10. A Dama do Lago, de Raymond Chandler
No. 11. A Pista do Alfinete Novo, de Edgar Wallace
No. 12. Colheita Sangrenta, de Dashiell Hammett
No. 13. O Caso da Quinta Avenida, de Anna Katharine Green  
No. 14. O Caso Benson, de S.S. Van Dine 
No. 15. O Impostor, de E. Phillips Oppenheim
No. 16. A Chave de Cristal, de Dashiell Hammett
No. 17. O Crime do Escaravelho, de S.S. Van Dine
No. 18. O Gato de Diamantes, de Dorothy L. Sayers 
No. 19. A Quadrilha de Rubber, de Rex Stout 
No. 20. O Enigma do Sapato Holandês, de Ellery Queen

Sem comentários:

Publicar um comentário