terça-feira, 3 de abril de 2012

Divulgação Editorial Porto Editora: Jeffery Deaver - Carta Branca


O agente 007 está de volta, quase 60 anos depois de Casino Royale, de Ian Fleming: o americano Jeffery Deaver foi escolhido para dar continuidade às aventuras de James Bond e estreia-se com Carta Branca, que a Porto Editora publica no dia 12 de abril. Jeffery Deaver, autor galardoado de thrillers como O Coleccionador de Ossos, consegue não só captar na perfeição a essência do herói mas também manter o ritmo e a emoção a que Ian Fleming nos tinha habituado.
Alguns dos mitos criados pelas adaptações cinematográficas são quebrados neste novo livro, que recorda alguns dos pormenores dos primeiros livros de Fleming: em vez do Aston Martin, James Bond conduz um Bentley e não se limita ao Martini shaken, not stirred, optando por beber bourbon. Mas há outros detalhes que não serão de todo estranhos ao leitor: o cenário de Carta Branca é o exótico Dubai, as Bond girls são atraentes e perspicazes e os gadgets são os mais modernos, uma vez que James Bond possui um ainda mais inteligente smartphone, o iQPhone. O arqui-inimigo é o magnata Severan Hydt, um homem de negócios inteligente, cheio de recursos e com um plano perverso em mente.

Sobre o livro:
Com pouco mais de trinta anos, James Bond está agora ao serviço de uma nova organização - criada após os trágicos acontecimentos de 11 de setembro de 2001 - que opera à margem do MI5, do MI6 e até do Ministério da Defesa, que aliás alega desconhecer a sua existência. O seu objetivo: proteger o Reino de Sua Majestade sem olhar a meios.
Quando está a jantar com uma belíssima mulher, James Bond é surpreendido com uma mensagem do quartel-general, que foi alertado para um terrível ataque a ter lugar dentro de dias no Afeganistão: Previsão de milhares de baixas, interesses britânicos seriamente comprometidos.
Bond recebe carta branca para fazer tudo o que for necessário para executar com sucesso a sua nova missão.

Sobre o autor:
Em 2004, Jeffery Deaver foi agraciado com o prémio Ian Fleming Steel Dagger da Crime Writers Association pelo seu livro Garden of Beasts. Mal podia então imaginar que o seu discurso de aceitação do prémio lhe proporcionaria um convite para dar continuidade à série James Bond.
Autor de 27 romances e duas coletâneas de contos, Jeffery Deaver é um dos escritores de thrillers mais bem-sucedidos. Com mais de 20 milhões de livros vendidos em todo o mundo e traduzido em 25 línguas, alcançou o estrelato com o livro O Colecionador de Ossos.
Nomeado seis vezes para o Edgar Award da Mystery Writers of America foi galardoado com prémios tão importantes como o Steel Dagger da British Crime Writers’ Association, o Novel of the Year da International Thriller Writers Association e o Nero Wolfe Award.

Sem comentários:

Publicar um comentário